67ª edição do Undokai celebra início da Era Reiwa

A Associação Japonesa de Santos promove a 67ª edição do Undokai, tradicional festividade esportiva da comunidade nipo-brasileira, no dia 1º de maio (quarta). O evento, com entrada franca, acontecerá das 9h às 17h na Associação Atlética dos Portuários.

No Undokai, famílias de descendentes e de interessados na cultura japonesa se reúnem para um dia de gincanas ao ar livre, promovendo a integração entre os participantes, o espírito esportivo, a atividade física e o lazer.

O evento deste ano tem um significado especial, pois será realizado no primeiro dia da nova era Reiwa, com a ascensão de Sua Alteza Imperial, o Príncipe Herdeiro Naruhito, ao Trono Crisântemo. No Japão o calendário acompanha o reinado de cada imperador.

Naruhito tem uma ligação especial com a comunidade santista. Ele esteve na cidade durante as comemorações do Centenário da Imigração Japonesa, em 2008, participando da inauguração da escultura de Tomie Ohtake, no Parque Municipal Roberto Mário Santini; e da reinauguração da sede da Associação Japonesa de Santos.

O Undokai terá oito horas de duração e mais de 35 provas para pessoas de todas as idades, de crianças a idosos, com premiação simbólica aos participantes. A festividade também terá uma área de alimentação com pratos típicos da culinária japonesa, pasteis e doces. 

A escola de língua japonesa da entidade estará presente com origamis (dobraduras), shodô (caligrafia em pincel) e venda de livros usados. No intervalo para o almoço, vários grupos farão apresentações de taikô (tambores japoneses), danças tradicionais e de artes marciais. A Associação Atlética dos Portuários fica na Rua Cincinato Braga, 01.

Era Reiwa

Sua Alteza Imperial, o Príncipe Herdeiro Naruhito será o 126º imperador do Japão. O nome da nova era foi anunciada no dia 1º de abril pelo governo japonês. 

Segundo o Primeiro Ministro Shinzo Abe, “Reiwa” inclui o significado de que a cultura existe e floresce quando as pessoas unem seus corações e mentes de maneira harmoniosa. A palavra vem de um trecho de Manyoshu, a mais antiga coleção de poesia japonesa, datada de mais de 1.200 anos.

História do Undokai

Atualmente o evento é realizado no Japão no mês de outubro – especialmente na 2ª segunda-feira, data em que se comemora o feriado do Dia dos Esportes (Taiiku no Hi). O primeiro Undokai da história da Imigração Japonesa no Brasil foi feito antes mesmo dos primeiros imigrantes pisarem em terras tupiniquins, pelos passageiros que estavam a bordo do navio Kasato Maru em 1908 – o primeiro a trazer oficialmente um grande grupo de imigrantes pelo acordo assinado entre o Brasil e o Japão em 1895 – que ocuparam todo o deque superior externo do navio para assistir e participar das corridas e brincadeiras.

Desde então, em terra, o Undokai passou a ser realizado anualmente e tornou-se uma tradição. Ao se estabelecerem no Brasil, os imigrantes sentiram a necessidade de promover eventos de integração social e a realização do Undokai foi uma escolha natural, partindo-se do fato de que, independentemente de qual região ou província vinham as famílias de imigrantes, todos conheciam e sabiam como funcionava a dinâmica da festividade.

Associação recebe pesquisadores do programa “Juntos!”

Pesquisadores posam para foto com diretores na frente da Associação.
Programa do Ministério dos Negócios Estrangeiros do Japão trouxe pesquisadores para o Brasil

Uma comitiva formada por pesquisadores de universidades japonesas visitou a Associação Japonesa de Santos no dia 19 de fevereiro. Eles foram recepcionados por membros da diretoria e conheceram a história e instalações da entidade, além de saborear um almoço preparado pelo Departamento Feminino (Fujinbu).

A passagem pela cidade fez parte do programa “Juntos!”, do Ministério dos Negócios Estrangeiros do Japão. O objetivo da iniciativa é estimular os pesquisadores a entender melhor a comunidade nipo-brasileira para colaborar na melhoria da educação dos filhos de dekasseguis no Japão.

Em Santos, eles também visitaram a escultura de Tomie Ohtake no Emissário Submarino. A passagem dos pesquisadores também incluiu visitas a entidades e escolas nipo-brasileiras na capital paulista e no Paraná.


Bunkasai 2018 acontece no dia 04 de novembro

Bunkasai 2017
Apresentação de taikô é um dos destaques do Bunkasai (Foto: Matheus Misumoto)

A Associação Japonesa de Santos realiza, neste domingo (4), o Festival da Cultura Japonesa (Bunkasai 2018). O evento acontecerá das 11h às 17h na sede da entidade (Rua Paraná, 129 – Vila Mathias), com entrada franca.

Neste ano, o festival integra o calendário das comemorações dos 110 anos da Imigração Japonesa no Brasil. E será a primeira edição do festival realizada na sede após a sua devolução definitiva pelo governo brasileiro, em junho deste ano, após décadas de confisco devido à Segunda Guerra Mundial.

O palco do evento receberá apresentações tradicionais da cultura nipônica, realizados por voluntários da região e artistas convidados. Dentre os destaques estão o grupo Kiendaiko de São Bernardo do Campo, com os taikôs (tambores japoneses), e o cantor Ricardo Nakase.

A gastronomia japonesa não poderia ficar de fora da festa. Os famosos tempurá e yakissoba, além dos obentôs (conhecidos como a “marmita japonesa”) estarão no cardápio da área de alimentação.

Outra atração muito popular é a prova de quimono, em que os participantes têm a oportunidade de vestir e andar pelo evento com o tradicional traje japonês, e tirar selfiespara guardar de recordação da experiência.

Ainda durante o dia, serão realizadas oficinas de origami (dobraduras) e de desenho no estilo mangá (quadrinhos japoneses). Uma exposição de ikebana, além de objetos tradicionais do acervo de voluntários e do Consulado Geral do Japão completam a programação.

Serviço

Bunkasai 2018 – Festival da Cultura Japonesa de Santos
Quando: Domingo, 4 de novembro, das 11h às 17h.
Onde: Associação Japonesa de Santos – Rua Paraná, 129, Vila Mathias
Entrada franca

Associação volta a ser dona do casarão confiscado há 70 anos

Assinatura da devolução do casarão
Documento foi assinado no aniversário da Imigração Japonesa no Brasil (Foto: Matheus Misumoto)

O dia 18 de junho de 2018 foi um dia histórico para a comunidade nipo-brasileira. Além da celebração do 110º aniversário da Imigração Japonesa no Brasil, a data também marcou a tão esperada devolução definitiva do casarão da antiga Escola Japonesa à Associação Japonesa de Santos, depois de sete décadas confiscada pelo Governo Brasileiro.

Uma cerimônia reuniu associados, diretores e autoridades para a assinatura do documento que oficializou a transferência da propriedade. O evento colocou em prática a lei 13.368, sancionado em 5 de dezembro de 2016 pelo Presidente da República, que “autoriza o Poder Executivo a doar, sem encargos,” o imóvel da Rua Paraná.

O ato foi o ponto final em uma história de lutas de diversas gerações da comunidade nipo-brasileiras no Brasil, que envolveu não somente lideranças nikkeis, mas autoridades públicas das três esferas de governo e de diversos partidos políticos na missão de reparar uma injustiça feita durante o período da Segunda Guerra Mundial.

A mesa dos trabalhos foi composta pela presidente da Associação Japonesa de Santos, Marise Harue Hirose Hashimoto; o prefeito Paulo Alexandre Barbosa; Sidrack de Oliveira Correia Neto, secretário de Patrimônio da União (SPU); o deputado federal João Paulo Papa; Akira Kusunoki, cônsul-geral adjunto do Japão em São Paulo; Robson Tuma, superintendente da Secretaria de Patrimônio da União (SPU) em São Paulo; a vereadora Telma de Souza; Sadao Nakai, secretário municipal de esportes; e o ex-deputado federal Koyu Iha.

Em discurso, a presidente da entidade destacou o trabalho feito pelos membros da comunidade nipo-brasileira falecidos antes da devolução. “Agradecemos o esforço de todos os antepassados que por muitos anos não mediram esforços em promover, difundir e perpetuar o patrimônio cultural, através das atividades que conhecemos até hoje. Lembranças de pessoas que não mais estão conosco, mas que com certeza vibraram muito por esse momento.”

O cônsul-geral adjunto do Japão em São Paulo, Akira Kusunoki, lembrou a relação da cidade com a história da imigração em seu discurso. “Gostaria de congratular e expressar meu respeito pelos senhores que tanto se esforçaram para que este dia chegasse. Desejo que a Associação tenha muito sucesso e prosperidade, e que sua atuação possa fortalecer os laços de amizade entre o Brasil e o Japão”, concluiu.

O evento também foi prestigiado por representantes da Associação Atlética Atlanta, Okinawa Kenjinkai de Santos, do Centro Brasileiro de Língua Japonesa (CBLJ) e da Beneficência Nipo-Brasileira de São Paulo (Enkyo). Descendentes dos ex-presidentes falecidos Ryosuke Gakiya (1909-1980), Arata Kami (1922-2018) e Hiroshi Endo (1934-2013), também estiveram presentes na cerimônia, que foi seguida de um coquetel para os convidados.

Encontre-nos nas Redes Sociais:

Associação Japonesa de Santos

História Presidentes Diretoria

Contato e Localização

Rua Paraná, 129 – Vila Mathias
CEP 11075-320 – Santos, SP – Brasil
secretaria@ajscultura.com

+55 (13) 98876 7076