Associação Japonesa de Santos – Bunkyonet

Com a palavra, os jovens nikkeis

Associação Japonesa de Santos

Postado em 08/02/2014 às 3:41

Por Célia Abe Oi
do site do Bunkyo

Com previsão de encerrar no dia 10 de março próximo, está sendo realizada uma pesquisa de opinião entre os jovens nikkeis sobre diversos temas relacionados ao Japão, cultura japonesa e entidades nipo-brasileiras. Esse levantamento, como previsão de 1.500 respostas, está dirigido para a faixa etária de 18 a 35 anos, residentes no Estado de São Paulo.

Kihatiro Kita, presidente do Bunkyo, informa que essa pesquisa foi montada a partir da solicitação do Consulado Geral do Japão em São Paulo e está sendo realizada em parceira com as chamadas “go-dantai”, ou seja, as cinco maiores entidades: Sociedade Brasileira de Cultura Japonesa e de Assistência Social – Bunkyo, Federação das Associações de Províncias do Japão no Brasil – Kenren, Beneficência Nipo-Brasileira de São Paulo – Enkyo, Câmara de Comércio e Indústria Japonesa do Brasil e Aliança Cultural Brasil-Japão.

Ele informa que as pesquisas estão sendo desenvolvidas em duas frentes: distribuição de questionários impressos para as diversas entidades nipo-brasileiras e aplicação via digital utilizando o site do Bunkyo (http://www.bunkyo.org.br).

Já foram distribuídos cerca de 4.000 questionários às entidades parceiras, incluindo aquelas relacionadas às regionais do Bunkyo na Grande São Paulo e no interior paulista. Quanto à versão digital, foi contratado um profissional para desenvolver um software especial para garantir a maior segurança possível dos dados.

“É muito grande a nossa expectativa quanto aos resultados dessa pesquisa, levando-se em conta que há muito tempo não se fazia um trabalho voltado diretamente para ouvir a opinião dos jovens nikkeis”, afirma o presidente Kita, destacando que, certamente, esses dados poderão servir de “preciosas informações para refletir sobre nossa atuação futura”.

“Portanto, fica aqui nosso convite para que as lideranças de nossas entidades, principalmente dos grupos de jovens, colaborem com a nossa pesquisa a fim de que possamos, de fato, produzir dados de qualidade”, finaliza o presidente do Bunkyo.



Busca

Apoio

  • JICA
  • Bunkyo