Associação Japonesa de Santos – Bunkyonet

Força Marítima de Autodefesa do Japão visita a Associação Japonesa

Associação Japonesa de Santos

Postado em 26/08/2015 às 15:59

Força Marítima de Autodefesa do Japão - Recepção

Recepção dos militares japoneses no Porto de Santos (Foto: Daniel Nakajima)

Por Kenzo Ohashi

Chegaram ao Porto de Santos, no dia 5 de agosto de 2015, as belonaves da Força Marítima de Autodefesa do Japão, transportando os aspirantes ao oficialato. O navio Yamagiri atracou às 8h30 no píer 28 e em seguida Shimayuki ao seu lado.

Às 9h30, a Associação Japonesa de Santos iniciou a cerimônia de boas-vindas aos Comandantes Hashimoto, do navio Yamagiri, Koakutsu, do navio Shimayuki, e Kojima, representantes dos aspirantes ao oficialato, com a entrega de buquês de flores pelas meninas nikkeis Milena Satie Hayashi, Ana Tiemy Matsumoto e Marcela Sayori Ajifu. O presidente Ajifu, em nome da AJS, fez os pronunciamentos de boas-vindas no idioma japonês. O Comandante Hashimoto, em nome JIEITAI, fez os agradecimentos pela acolhida encerrando as formalidades junto ao píer. Na sequência, todos se dirigiram ao busto do Tamandaré, patrono da Marinha do Brasil, onde os Comandantes depositaram uma coroa de flores.

No dia 6 de agosto, foi permitida visitação pública dos navios no período matutino. Às 15h, cerca de 60 cadetes visitaram a sede da AJS e assistiram à explanação do Sr. Ohashi acerca da história da colônia de Santos, da AJS e da antiga Escola Japonesa e toda a sua evolução, desde a fundação até as atividades desenvolvidas hoje. Os cadetes demonstraram enorme interesse sobre o assunto e fizeram muitas perguntas ao palestrante, que respondeu a todos com muita disposição, criando um clima bastante amistoso e informal. Os cadetes retornaram aos seus respectivos navios às 16h30. A partir das 18h30, houve recepção conjunta do Consulado do Japão e do Comandante da Esquadra, a bordo do Shimayuki, para os convidados.

No dia 7 de agosto, foi realizada a coleta de lixo com a participação de 100 cadetes, 20 marinheiros da Marinha do Brasil, 25 associados da AJS, bem como de 30 alunos de uma escola municipal pública e muitos frequentadores de praia. Após execução dos Hinos do Japão e do Brasil, pela Banda da Polícia Militar na Praça das Bandeiras, na praia de Gonzaga, todos os participantes, munidos de luvas e sacos plásticos, iniciaram a coleta de resíduos espalhados pelas areias e jardins e rumaram em direção ao monumento feito pela artista Tomie Ohtake no emissário submarino. O encerramento do evento ocorreu no Monumento aos Imigrantes Japoneses no Brasil.

A partir das 19h teve início a tradicional festa de despedida promovida pela AJS para os tripulantes das belonaves no Clube Estrela de Ouro. Compareceram o Comandante Geral da Esquadra Contra-Almirante Yasuki Nakahata, os Comandantes dos navios Yamagiri e Shimayuki e 160 cadetes, o Cônsul Shigeru Iida, chefe do Dep. Consulares do Japão e Oficiais de alta patente da Marinha do Brasil e autoridades municipais da Cidade de Santos. O enorme salão do Clube Estrela de Ouro ficou repleto de convidados, propiciando um agradável clima de descontração e de confraternização entre todos os presentes. O Comandante Geral Nakahata tomou a iniciativa de entrar na roda de samba o que acabou incentivando muitos jovens cadetes a imitá-lo. A festa de despedida foi um enorme sucesso agradando todos os presentes ensejando além do intercâmbio de ideias, o congraçamento com os futuros oficiais do JIEITAI.

No dia seguinte, 8 de agosto, a belonave Shimayuki e em seguida Yamagiri zarparam para se alinhar ao navio Kashima que saíra do Porto de Rio de Janeiro e os aguardava junto à costa.

Partiram com destino a Montevidéu e Buenos Aires. Pela primeira vez esta esquadra irá dar uma volta no continente sul-americano, atravessando o Estreito de Magalhães. Todos os tripulantes aguardavam ansiosos, com espírito de aventura, essa passagem historicamente perigosa e muito especial. As três belonaves também passariam pelo Porto de Valparaíso, no Chile.

Desejamos que os ilustres visitantes levem boas recordações do Brasil e que façam uma ótima viagem de regresso ao Japão.



Busca

Apoio

  • JICA
  • Bunkyo