Associação Japonesa de Santos – Bunkyonet

Associação volta a ser dona do casarão confiscado há 70 anos

Matheus Misumoto

Postado em 11/08/2018 às 10:27

Assinatura da devolução do casarão

Documento foi assinado no aniversário da Imigração Japonesa no Brasil (Foto: Matheus Misumoto)

O dia 18 de junho de 2018 foi um dia histórico para a comunidade nipo-brasileira. Além da celebração do 110º aniversário da Imigração Japonesa no Brasil, a data também marcou a tão esperada devolução definitiva do casarão da antiga Escola Japonesa à Associação Japonesa de Santos, depois de sete décadas confiscada pelo Governo Brasileiro.

Uma cerimônia reuniu associados, diretores e autoridades para a assinatura do documento que oficializou a transferência da propriedade. O evento colocou em prática a lei 13.368, sancionado em 5 de dezembro de 2016 pelo Presidente da República, que “autoriza o Poder Executivo a doar, sem encargos,” o imóvel da Rua Paraná.

O ato foi o ponto final em uma história de lutas de diversas gerações da comunidade nipo-brasileiras no Brasil, que envolveu não somente lideranças nikkeis, mas autoridades públicas das três esferas de governo e de diversos partidos políticos na missão de reparar uma injustiça feita durante o período da Segunda Guerra Mundial.

A mesa dos trabalhos foi composta pela presidente da Associação Japonesa de Santos, Marise Harue Hirose Hashimoto; o prefeito Paulo Alexandre Barbosa; Sidrack de Oliveira Correia Neto, secretário de Patrimônio da União (SPU); o deputado federal João Paulo Papa; Akira Kusunoki, cônsul-geral adjunto do Japão em São Paulo; Robson Tuma, superintendente da Secretaria de Patrimônio da União (SPU) em São Paulo; a vereadora Telma de Souza; Sadao Nakai, secretário municipal de esportes; e o ex-deputado federal Koyu Iha.

Em discurso, a presidente da entidade destacou o trabalho feito pelos membros da comunidade nipo-brasileira falecidos antes da devolução. “Agradecemos o esforço de todos os antepassados que por muitos anos não mediram esforços em promover, difundir e perpetuar o patrimônio cultural, através das atividades que conhecemos até hoje. Lembranças de pessoas que não mais estão conosco, mas que com certeza vibraram muito por esse momento.”

O cônsul-geral adjunto do Japão em São Paulo, Akira Kusunoki, lembrou a relação da cidade com a história da imigração em seu discurso. “Gostaria de congratular e expressar meu respeito pelos senhores que tanto se esforçaram para que este dia chegasse. Desejo que a Associação tenha muito sucesso e prosperidade, e que sua atuação possa fortalecer os laços de amizade entre o Brasil e o Japão”, concluiu.

O evento também foi prestigiado por representantes da Associação Atlética Atlanta, Okinawa Kenjinkai de Santos, do Centro Brasileiro de Língua Japonesa (CBLJ) e da Beneficência Nipo-Brasileira de São Paulo (Enkyo). Descendentes dos ex-presidentes falecidos Ryosuke Gakiya (1909-1980), Arata Kami (1922-2018) e Hiroshi Endo (1934-2013), também estiveram presentes na cerimônia, que foi seguida de um coquetel para os convidados.



Busca

Apoio

  • JICA
  • Bunkyo